Autonomia Infantil

Blog Image

A autonomia é algo que deve ser trabalho desde a infância. E na área da educação ela também se torna fundamental. Lembrando que o conceito de autonomia empregado no ensino é muito mais do que independência. O incentivo a autonomia para a criança é o de autogoverno, ou seja, saber fazer escolhas justas para si mesmo e para o coletivo.

Nesse âmbito, o desenvolvimento cognitivo é imprescindível, mas não suficiente. A criança começa a demonstrar atitudes mais cooperativas por volta dos sete anos. Mas a autonomia, a partilha, e outros conceitos podem ser ensinados desde a Educação Infantil. Existem três formas que podem estimular a autonomia:

1 – Qualidade do ambiente sociomoral: Para favorecer a autonomia, as relações de cooperação são essenciais. Dessa maneira, o ambiente deve inspirar, desde cedo, o exercício do respeito mútuo. Para isso, é preciso garantir o espaço para as crianças se expressarem de forma educada e respeitando o espaço dos outros colegas. Incentivando a mostrar o que sentem por meio das palavras.

2 – Estímulo à investigação: A curiosidade é algo natural da criança, ao estimular esse lado mais curioso, faz com que elas se sintam mais a vontade para fazerem novas perguntas, dessa forma, se sentem mais livres para questionarem e compreenderem.

3 – Tempo adequado: A proposta é permitir um tempo para as crianças investigarem e se envolverem profundamente com o projeto que é trabalhado, para desenvolver uma independência sobre o que é estudado.

Esses conceitos que devem nortear a educação, com início na Educação Infantil e articulada no Ensino Fundamental constroem a autonomia, e transforma as crianças em jovens/adultos mais ativos, curiosos e interessados.

 


voltar